Batismo pela missão, não apenas a remissão de pecados

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


(RNS) – No domingo passado (12 de janeiro), a maioria das igrejas cristãs celebrou o batismo de Jesus, um evento em sua vida que sempre achei confuso. Eu nunca conseguia entender por que Jesus foi batizado. Afinal, os católicos acreditam que Jesus é o Filho de Deus. Ele é sem pecado. Ele nunca cometeu nenhum pecado pessoal e nem estava sujeito ao pecado original.

No Evangelho de Mateus (3: 13-17), João Batista parece estar tão confuso quanto eu. Ele não quer batizar Jesus. Ele diz que Jesus deveria batizá-lo.

Então, por que Jesus foi batizado?

Penso que o problema que João e eu tivemos com o batismo de Jesus é que tínhamos uma visão muito estreita e deficiente do batismo. Quando cresci e memorizei meu catecismo de Baltimore, o batismo foi descrito como o sacramento que lavou o pecado original, o pecado que herdamos de Adão e Eva. Para os adultos, também lavou todos os pecados pessoais.

Da mesma forma, para João, o batismo era para remissão de pecados.

Não há nada de errado com essa descrição do batismo, na medida em que vai, apenas não nos diz o suficiente.

Se queremos saber do que se trata o batismo de Jesus e nossos próprios batismos, precisamos olhar para o profeta Isaías, de quem os escritores do evangelho se emprestam para descrever o batismo de Jesus.

O batismo de Jesus tem tudo a ver com o comissionamento de seu pai. No evangelho de Mateus, depois que Jesus é batizado, “os céus foram abertos para ele e ele viu o Espírito de Deus descendo como uma pomba e caindo sobre ele. E uma voz veio do céu: ‘Este é meu Filho amado, com quem me comprazo’. ”

Leia Também  Atualização de disco 4.0 e cataclismo

As palavras e ações do evangelho ecoam as do Livro de Isaías do Antigo Testamento: “Aqui está meu servo … meu escolhido, com quem me comprazo, sobre quem coloquei meu espírito.”

Alguns cristãos primitivos pensavam que, no seu batismo, Jesus pela primeira vez recebeu o Espírito. Eles também pensaram que ele se tornou o Filho de Deus neste momento de sua vida. Fica claro pelas narrativas da infância que Lucas acredita que Jesus era o Filho de Deus e se uniu ao Espírito desde o momento de sua concepção.

A ruína de Al-Maghtas, também conhecida como Betânia além do Jordão, no lado leste do rio Jordão, é o suposto local do batismo de Jesus por João Batista, na Jordânia. Foto de Nasib Bitar / Creative Commons

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

No batismo de Jesus, porém, Deus revela o que significa ser o Filho de Deus; o Pai dá a Jesus uma missão pública especial.

Qual é a missão que Jesus recebe de seu Pai?

A missão de Jesus é a do servo descrito por Isaías, um profeta favorito de Jesus e dos escritores do evangelho. É uma missão de justiça e paz.

“Ele trará justiça às nações, sem clamar, nem gritar … Ele não quebrará uma cana machucada, e um pavio fumegante que ele não deve apagar.”

Isso não soa como política partidária na América hoje, onde há muitos gritos.

Esta missão de Jesus também é sobre ensino, cura e libertação. Isaías diz que ele deve ser “uma luz para as nações, abrir os olhos dos cegos, libertar prisioneiros do confinamento e das masmorras aqueles que vivem nas trevas”.

O batismo de Jesus também nos fala sobre o nosso próprio batismo. Se Jesus foi comissionado em seu batismo, nós também somos. O batismo não apenas lava o pecado; o batismo não é apenas para a nossa salvação pessoal.

O batismo nos comissiona com o Espírito à mesma missão que Jesus tinha. Devemos ser servos do Senhor que trabalham pela paz e pela justiça, devemos ser profetas pregando as boas novas do amor e da compaixão de Deus, e devemos ser uma presença curadora.

A questão para os cristãos é como continuamos a missão de Jesus. Sempre que somos uma presença curadora e pacífica em nossas famílias, nossa vizinhança, nosso local de trabalho e nossa política, estamos cumprindo a missão de Jesus. Sempre que nos opomos ao racismo, sexismo e homofobia, estamos cumprindo a missão de nossos batismos.

Continuamos a missão de Jesus quando trabalhamos para impedir o aquecimento global e trabalhar pela paz no Oriente Médio, criar bons empregos para os pobres e prestar assistência médica aos doentes, ensinar crianças e libertar injustamente aprisionados, defender a justiça e proteger os seres humanos. direitos, testemunhar e professar o amor de Deus para o mundo.

Não somos simplesmente batizados por nossa salvação pessoal; somos batizados na comunidade cristã por servir ao mundo. Pois ser cristão não é simplesmente ser salvo por Jesus; ser cristão é também ser Cristo ativo no mundo hoje.

Nós não fazemos essa missão sozinhos. Fazemos isso com Jesus, e fazemos em comunidade pelo poder do Espírito. Se continuarmos a missão de Jesus, o Pai poderá dizer de nós: “Esses são meus amados filhos e filhas, com quem estou satisfeito.”

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br