Atualizações ao vivo do Coronavirus: NPR

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


A presidente boliviana Jeanine Áñez é retratada antes de doar sangue no palácio presidencial de La Paz no mês passado, em meio à pandemia do COVID-19.

Aizar Raldes / AFP via Getty Images


ocultar legenda

alternar legenda

Aizar Raldes / AFP via Getty Images

A presidente boliviana Jeanine Áñez é retratada antes de doar sangue no palácio presidencial de La Paz no mês passado, em meio à pandemia do COVID-19.

Aizar Raldes / AFP via Getty Images

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Dias depois que o presidente do Brasil disse que havia contratado o COVID-19, outra líder sul-americana, a presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, disse que ela também havia testado positivo para o coronavírus.

“Sinto-me bem, sinto-me forte, continuarei trabalhando virtualmente do meu isolamento”, disse Áñez em um vídeo postado em sua conta no Twitter.

Áñez assumiu a presidência da Bolívia em novembro, após a renúncia do antigo presidente Evo Morales, que foi forçado a deixar o cargo em meio a protestos generalizados, alegando fraude eleitoral. Áñez deve permanecer até as eleições, programadas para setembro. Ela está entre as candidatas a suceder Morales.

Três outros ministros do governo boliviano também testaram positivo para o coronavírus nos últimos dias, incluindo Eidy Roca, ministro da Saúde do país.

O anúncio de Áñez aconteceu no mesmo dia em que o chefe do partido socialista da Venezuela, Diosdado Cabello – considerado a segunda pessoa mais poderosa do país depois do presidente Nicolás Maduro – também anunciou que havia adoecido com o COVID-19.

A Bolívia confirmou quase 43.000 infecções e mais de 1.500 mortes, segundo dados coletados pela Universidade Johns Hopkins. Oficialmente, a Venezuela tem menos casos do que grande parte do resto do continente, mas esses números têm aumentado.

Leia Também  Sopa cremosa de couve-flor vegana - Delish Knowledge

No início desta semana, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro confirmou que ele também havia testado positivo para o vírus. O Brasil ocupa apenas o segundo lugar dos EUA no número de casos e mortes pelo vírus – com mais de 1,7 milhão de infecções confirmadas e quase 68.000 mortes.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br